Hemodiálise

A insuficiência renal causa grande mortalidade tanto em cães como em gatos, tornando-se, fundamental acompanhar o desenvolvimento de novos métodos de tratamento, capazes de preservar o bem-estar animal e proporcionar uma maior esperança de vida, com qualidade e conforto.

Nos animais saudáveis os produtos tóxicos resultantes do funcionamento do organismo são eliminados do sangue pelos rins. Os rins têm ainda uma função importante na regulação da água e dos eletrólitos. Os animais com doenças renais não conseguem produzir urina em quantidade ou suficientemente concentrada para eliminar eficazmente os produtos tóxicos e estes acumulam-se no sangue, originado a síndrome urêmica (aumento da uréia no sangue) e azotemia. Estes animais sofrem de falta de apetite, falta de energia, náusea, vômitos, diarréia e podem produzir urina diluída em pequena ou grande quantidade.

Um dos métodos de tratamento da insuficiência renal é a hemodiálise, que visa substituir as funções renais e filtrar o sangue, retirando todas as substâncias perigosas aglomeradas pelo funcionamento inadequado dos rins. Ela baseia-se na circulação sanguínea extra corporal do doente, permitindo a filtração do sangue através de um “rim artificial”, o dialisador, com finalidade de remover toxinas urêmicas acumuladas, estabelecer um equilíbrio ácido-base, eletrolítico e hídrico adequados, bem como aumentar a esperança média de vida dos pacientes.

Em medicina veterinária, a hemodiálise beneficia três amplas categorias de doentes: (1) animais que apresentem uma uremia grave e desequilíbrios metabólicos a ela associados, (2) animais com sobrecarga de volume hídrico e (3) animais com quadro de intoxicação aguda. Dentro destas três categorias, a maioria dos animais que se apresenta para um tratamento hemodialítico, são doentes com insuficiência renal aguda, não responsiva a tratamento conservador. Em animais com insuficiência renal crônica avançada, a hemodiálise tem como finalidade atenuar a progressão da doença, principalmente durante episódios de agudização do quadro clínico, possibilitando uma melhor qualidade de vida para o doente, quando o tratamento conservador se torna inadequado por si só.

A hemodiálise substitui a função renal e pode ser usada de forma crônica, à semelhança dos doentes renais humanos, mas por razões econômicas raramente é mantida desta maneira por períodos longos de tempo. No entanto, pode ser usada ocasionalmente para atenuar crises urêmicas, que ocorrem quando existe descompensação da doença renal crônica, provendo um alívio dos sinais clínicos e bem-estar do doente.

A hemodiálise vem provando ser de grande utilidade, constituindo uma terapêutica possível de ser usada de forma economicamente sustentável na medicina veterinária, proporcionando uma janela de oportunidade para a recuperação de um animal, tendo como principal objetivo melhorar o estado clínico do doente e tentando ganhar tempo para uma possível recuperação renal.

Nosso Serviços

O Hospital Veterinário Florianópolis conta com profissionais especializados para cada problema que seu pet possa apresentar. Conheça nossos Médicos

Tratamento com Células Tronco

O Hospital Veterinário Florianópolis vem se estabelecendo como um ce...

Leia Mais

Ultrassonografia

A ultra-sonografia coloca-se como uma das mais importantes modalidades...

Leia Mais

Hemodiálise

A insuficiência renal causa grande mortalidade tanto em cães como em...

Leia Mais

Eletrocardiograma

O Eletrocardiograma ou ECG é o registro gráfico da atividade elétri...

Leia Mais

Tomografia Computadorizada

O exame de TC emite Raios X ao redor do corpo de seu Pet e produz imag...

Leia Mais

Laboratório de Análises Clínicas

Importante ferramenta que auxilia os Médicos Veterinários na confirm...

Leia Mais

Copyright 2014. Powered by HwBrasil.com Início | O Hospital | Equipe | Como Chegar | Contato